Você está aqui: Página Inicial Acadêmico Graduação Cursos ISCO Farmácia

Farmácia

Informações Gerais do Curso

Denominação do curso: Bacharelado em Farmácia

Título conferido: Bacharel em Farmácia

Coordenador: Waldiney Pires Moraes

Carga horária total: 4.600 horas

Número de vagas: 40 vagas por ano

Modalidade: Presencial

Regime de matrícula: Semestral

Duração do curso: Mínimo de 10 semestres e máximo de 15 semestres

 

 

Objetivos do Curso

Geral

O curso de Farmácia tem como objetivo geral a formar profissionais Farmacêuticos, com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, para atuar em todos os níveis de atenção à saúde, com base no rigor científico. Profissionais capacitados ao exercício de atividades referentes aos fármacos e medicamentos, às análises clínicas e toxicológicas e ao controle, produção e análise de alimentos, pautado em princípios éticos e na compreensão da realidade social, cultural e econômica de nossa região, direcionando sua atuação para a transformação da realidade em benefício da sociedade; integrando as ciências exatas, biológicas, biotecnológicas, da saúde, humanas e sociais. Assim, despertando, já nos primeiros períodos do Programa Curricular, o interesse para o empreendedorismo, desenvolvimento de competências e habilidades gerais, recebendo informações sobre os princípios e fundamentos da profissão, ressaltando sua importância, a responsabilidade do papel social e o compromisso com a cidadania.

Específicos

  • O curso de Farmácia tem como objetivos específicos formar farmacêuticos capazes de:
  • Elaborar estudos e projetos, relativos a instalações industriais, linhas de processamento, equipamentos e processos tecnológicos para a industrialização das matérias-primas naturais de origem vegetal, animal ou microbiológica.
  • Participar da administração, direção e fiscalização de instalações fabris encarregadas das atividades de transformação, preservação, armazenamento, transporte e comercialização de produtos naturais e seus derivados.
  • Produção e Desenvolvimento novos produtos farmacêuticos baseados na Biodiversidade Amazônica (Flora e Fauna, inclusive a Microbiológica), corantes naturais, substâncias medicinais ou tóxicas de plantas e produtos derivados de microorganismos, subprodutos da pecuária, pesca e cereais, madeiras e sementes oleaginosas e seus derivados e ainda no tratamento de resíduos industriais entre outras;
  • Formar profissionais farmacêuticos comprometidos em desenvolver ações de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde tanto em nível individual quanto coletivo.
  • Formar profissionais capacitados para atuar no na região oeste do estado do Pará para atender a demanda da falta desses profissionais na região.

 

Perfil profissional do egresso

O Curso de Graduação em Farmácia da Ufopa fundamenta-se na RESOLUÇÃO CNE/CES 2, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2002 que institui Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Farmácia para estabelecer perfil profissional do egresso, que deverá ter uma formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, para atuar em todos os níveis de atenção à saúde, com base no rigor científico e intelectual. Capacitado ao exercício de atividades referentes aos fármacos e aos medicamentos, às análises clínicas e toxicológicas e ao controle, produção e análise de alimentos, pautado em princípios éticos e na compreensão da realidade social, cultural e econômica da região Oeste do Estado do Pará, dirigindo sua atuação para a transformação da realidade em benefício da sociedade. Este profissional deverá ter um sólido conhecimento científico e técnico para garantir sua integração plena ao mercado de trabalho, acompanhando os avanços em sua área específica a fim de manter-se sempre atualizado, levando em conta o processo contínuo da educação. Deve ainda demonstrar autonomia e capacidade de responder às demandas sociais.

O Farmacêutico egresso da Ufopa será, dotado de conhecimentos necessários ao exercício de atribuições profissionais das quais se destacam:

a) Atenção à saúde: os profissionais de saúde, dentro de seu âmbito profissional, devem estar aptos a desenvolver ações de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde tanto em nível individual quanto coletivo. Cada profissional deve assegurar que sua prática seja realizada de forma integrada e contínua com as demais instâncias do sistema de saúde, sendo capaz de pensar criticamente, de analisar os problemas da sociedade e de procurar soluções para os mesmos. Os profissionais devem realizar seus serviços dentro dos mais altos padrões de qualidade e dos princípios da ética/bioética, tendo em conta que a responsabilidade da atenção à saúde não se encerra com o ato técnico, mas sim, com a resolução do problema de saúde, tanto em nível individual como coletivo.

b) Pesquisa, desenvolvimento e produção de medicamentos, fitoterápicos, fitofármacos, cosméticos, nutracêuticos e insumos para alimentos funcionais baseados nos produtos naturais da biodiversidade amazônica.

c) Avaliação, formulação, produção, armazenamento, controle e garantia de qualidade de produtos farmacêuticos, tais como insumos e biofármacos (de origem biotecnológica, sintética ou natural), cosméticos e cosmecêuticos, saneantes e domissaneantes e correlatos, nutracêuticos e alimentos funcionais, de formas e produtos farmacêuticos e tecnologias aplicadas à área da saúde, dentre outros;

d) Na atuação multiprofissional atuando no planejamento, administração e gestão de serviços e setores de atuação farmacêuticos, cosméticas, análises clínicas e alimentos.

e) Tomada de decisões: o trabalho dos profissionais de saúde deve estar fundamentado na capacidade de tomar decisões visando o uso apropriado, eficácia e custo-efetividade, da força de trabalho, de medicamentos, de equipamentos, de procedimentos e de práticas. Para este fim, os mesmos devem possuir competências e habilidades para avaliar, sistematizar e decidir as condutas mais adequadas, baseadas em evidências científicas.

Competências e Habilidade

De acordo com a Resolução CNE/CES N°.2, de 19 de Fevereiro de 2002, em seu artigo 4°, a formação do Farmacêutico tem por objetivo dotar o profissional dos conhecimentos requeridos para o exercício das seguintes competências e habilidades gerais:

I – Atenção à saúde: os profissionais de saúde, dentro de seu âmbito profissional, devem estar aptos a desenvolver ações de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde tanto em nível individual quanto coletivo. Cada profissional deve assegurar que sua prática seja realizada de forma integrada e contínua com as demais instâncias do sistema de saúde, sendo capaz de pensar criticamente, de analisar os problemas da sociedade e de procurar soluções para os mesmos. Os profissionais devem realizar seus serviços dentro dos mais altos padrões de qualidade e dos princípios da ética/bioética, tendo em conta que a responsabilidade da atenção à saúde não se encerra com o ato técnico, mas sim, com a resolução do problema de saúde, tanto em nível individual como coletivo;

II – Tomada de decisões: o trabalho dos profissionais de saúde deve estar fundamentado na capacidade de tomar decisões visando o uso apropriado, eficácia e custo-efetividade, da força de trabalho, de medicamentos, de equipamentos, de procedimentos e de práticas. Para este fim, os mesmos devem possuir competências e habilidades para avaliar, sistematizar e decidir as condutas mais adequadas, baseadas em evidências científicas;

III – Comunicação: os profissionais de saúde devem ser acessíveis e devem manter a confidencialidade das informações a eles confiadas, na interação com outros profissionais de saúde e o público em geral. A comunicação envolve comunicação verbal, não-verbal e habilidades de escrita e leitura; o domínio de, pelo menos, uma língua estrangeira e de tecnologias de comunicação e informação;

IV - Liderança: no trabalho em equipe multiprofissional, os profissionais de saúde deverão estar aptos a assumirem posições de liderança, sempre tendo em vista o bem estar da comunidade. A liderança envolve compromisso, responsabilidade, empatia, habilidade para tomada de decisões, comunicação e gerenciamento de forma efetiva e eficaz;

V - Administração e gerenciamento: os profissionais devem estar aptos a tomar iniciativas, fazer o gerenciamento e administração tanto da força de trabalho, dos recursos físicos e materiais e de informação, da mesma forma que devem estar aptos a serem empreendedores, gestores, empregadores ou lideranças na equipe de saúde;

VI - Educação permanente: os profissionais devem ser capazes de aprender continuamente, tanto na sua formação, quanto na sua prática. Desta forma, os profissionais de saúde devem aprender a aprender e ter responsabilidade e compromisso com a sua educação e o treinamento/estágios das futuras gerações de profissionais, mas proporcionando condições para que haja benefício mútuo entre os futuros profissionais e os profissionais dos serviços, inclusive, estimulando e desenvolvendo a mobilidade acadêmico-profissional, a formação e a cooperação através de redes nacionais e internacionais.

O Artigo 5° da Resolução CNE/CES N°. 2/2002 diz que a formação do Farmacêutico tem por objetivo dotar o profissional dos conhecimentos requeridos para o exercício das seguintes competências e habilidades específicas:

I - respeitar os princípios éticos inerentes ao exercício profissional;

II - atuar em todos os níveis de atenção à saúde, integrando-se em programas de

promoção, manutenção, prevenção, proteção e recuperação da saúde, sensibilizados e comprometidos com o ser humano, respeitando-o e valorizando-o;

III - atuar multiprofissionalmente, interdisciplinarmente e transdisciplinarmente com extrema produtividade na promoção da saúde baseado na convicção científica, de cidadania e de ética;

IV - reconhecer a saúde como direito e condições dignas de vida e atuar de forma a garantir a integralidade da assistência, entendida como conjunto articulado e contínuo das ações e serviços preventivos e curativos, individuais e coletivos, exigidos para cada caso em todos os níveis de complexidade do sistema;

V - exercer sua profissão de forma articulada ao contexto social, entendendo-a como uma forma de participação e contribuição social;

VI - conhecer métodos e técnicas de investigação e elaboração de trabalhos acadêmicos e científicos;

VII - desenvolver assistência farmacêutica individual e coletiva;

VIII - atuar na pesquisa, desenvolvimento, seleção, manipulação, produção, armazenamento e controle de qualidade de insumos, fármacos, sintéticos, recombinantes e naturais, medicamentos, cosméticos, saneantes e domissaneantes e correlatos;

IX - atuar em órgãos de regulamentação e fiscalização do exercício profissional e de aprovação, registro e controle de medicamentos, cosméticos, saneantes, domissaneantes e correlatos;

X - atuar na avaliação toxicológica de medicamentos, cosméticos, saneantes, domissaneantes, correlatos e alimentos;

XI - realizar, interpretar, emitir laudos e pareceres e responsabilizar-se tecnicamente por análises clínico-laboratoriais, incluindo os exames hematológicos, citológicos, citopatológicos e histoquímicos, biologia molecular, bem como análises toxicológicas, dentro dos padrões de qualidade e normas de segurança;

XII - realizar procedimentos relacionados à coleta de material para fins de análises laboratoriais e toxicológicas;

XIII - avaliar a interferência de medicamentos, alimentos e outros interferentes em exames laboratoriais;

XIV - avaliar as interações medicamento/medicamento e alimento/medicamento;

XV - exercer a farmacoepidemiologia;

XVI - exercer a dispensação e administração de nutracêuticos e de alimentos de uso integral e parenteral;

XVII - atuar no planejamento, administração e gestão de serviços farmacêuticos, incluindo registro, autorização de produção, distribuição e comercialização de medicamentos, cosméticos, saneantes, domissaneantes e correlatos;

XVIII - atuar no desenvolvimento e operação de sistemas de informação farmacológica e toxicológica para pacientes, equipes de saúde, instituições e comunidades;

XIX - interpretar e avaliar prescrições;

XX - atuar na dispensação de medicamentos e correlatos;

XXI - participar na formulação das políticas de medicamentos e de assistência farmacêutica;

XXII - formular e produzir medicamentos e cosméticos em qualquer escala;

XXIII - atuar na promoção e gerenciamento do uso correto e racional de medicamentos, em todos os níveis do sistema de saúde, tanto no âmbito do setor público como do privado;

XXIV - desenvolver atividades de garantia da qualidade de medicamentos, cosméticos, processos e serviços onde atue o farmacêutico;

XXV - realizar, interpretar, avaliar, emitir laudos e pareceres e responsabilizar-se tecnicamente por análises de alimentos, de nutracêuticos, de alimentos de uso enteral e parenteral, suplementos alimentares, desde a obtenção das matérias primas até o consumo;

XXVI - atuar na pesquisa e desenvolvimento, seleção, produção e controle de qualidade de produtos obtidos por biotecnologia;

XXVII - realizar análises físico-químicas e microbiológicas de interesse para o saneamento do meio ambiente, incluídas as análises de água, ar e esgoto;

XXVIII - atuar na pesquisa e desenvolvimento, seleção, produção e controle de qualidade de hemocomponentes e hemoderivados, incluindo realização, interpretação de exames e responsabilidade técnica de serviços de hemoterapia;

XXIX - exercer atenção farmacêutica individual e coletiva na área das análises clínicas e toxicológicas;

XXX - gerenciar laboratórios de análises clínicas e toxicológicas;

XXXI - atuar na seleção, desenvolvimento e controle de qualidade de metodologias, de reativos, reagentes e equipamentos.

Parágrafo único. A formação do Farmacêutico deverá contemplar as necessidades sociais da saúde, a atenção integral da saúde no sistema regionalizado e hierarquizado de referência e contra-referência e o trabalho em equipe, com ênfase no Sistema Único de Saúde (SUS).

Matriz curricular

Formação Interdisciplinar 1 e 2

1º Período Curricular
2º Período Curricular
Componente Curricular
CH
Componente Curricular
CH
Origem e Evolução do Conhecimento
75
Biologia Celular
60
Botânica
45
Sociedade, Natureza e Desenvolvimento
75
Cálculo
60
Física
45
Estudos Integrativos da Amazônia
75
Microbiologia Geral
45
Linguagens e Comunicação
90
Química Geral
45
Seminários Integradores
40
Química Orgânica I
45
Interação na Base Real
45
Zoologia
60
Total
400
Total
405

Formação Específica

3º Período Curricular
4º Período Curricular
Componente Curricular
CH
Componente Curricular
CH
Anatomia Humana
75
Fisiologia Humana
75
Imunologia Básica
60
Físico química
60
Genética Humana
60
Parasitologia Humana
60
Bacteriologia
60
Patologia
60
Embriologia e Histologia Humana
60
Bioquímica I
60
Química Geral Experimental
60
Química Analítica
60
Química Orgânica II
60
Estágio Supervisionado Observacional em Farmácia Comunitária
45
Estágio Supervisionado Observacional em Saúde Pública
45
Total
420
Total
480
5º Período Curricular
6º Período Curricular
Componente Curricular
CH
Componente Curricular
CH
Farmacocinética e Toxicocinética
60
Farmacologia I
60
Farmacotécnica I
75
Química Analítica Instrumental
60
Farmacognosia
60
Optativa II
45
Virologia
60
Bioquímica II
60
Farmacotécnica II
60
Micologia
60
Fitoquímica
60
Optativa I
60
Química Farmacêutica
60
Estágio Supervisionado Observacional em Farmácia Hospitalar
45
Estágio Supervisionado Observacional em Assistência Farmacêutica
45
Total
420
Total
450
7º Período Curricular
8º Período Curricular
Componente Curricular
CH
Componente Curricular
CH
Farmacologia II
75
Farmacologia Clínica
60
Hematologia Básica
60
Análises Clínicas I
60
Bioestatística
60
Toxicologia Geral
60
Bromatologia e Tecnologia de Alimentos I
60
Bromatologia e Tecnologia de Alimentos II
60
Projeto de TCC
15
Optativa III
60
Optativa IV
45
Química Farmacêutica Experimental
60
Saúde Pública e Epidemiologia
60
Estágio Supervisionado Observacional em Análises Toxicológicas
45
Assistência Farmacêutica
60
Estágio Supervisionado Observacional em Análises Clínicas
45
Total
420
Total
465
9º Período Curricular
10º Período Curricular
Componente Curricular
CH
Componente Curricular
CH
Atenção Farmacêutica
60
Estágio em Atividades Farmacêuticas I - Manipulação
75
Análises Clínicas II
75
Estágio em Atividades Farmacêuticas II - Farmácia Comunitária
75
Toxicologia Clinica, Forense e Ambiental
60
Estágio em Atividades Farmacêuticas III - Farmácia Hospitalar e Clínica
75
Controle e Qualidade de Medicamentos e Cosméticos
60
Estágio em Atividades Farmacêuticas VI - Análises Clínicas I
75
Administração e Gestão Farmacêutica
60
Estágio em Atividades Farmacêuticas V - Análises Clínicas II
75
Deontologia e Legislação Farmacêutica
60
Seminário de TCC
45
Estágio Supervisionado Observacional em Atenção Farmacêutica
45
Total
420
Total
420
Atividades Complementares
300

 

Fonte: Diavi/Proplan