Você está aqui: Página Inicial Notícias 2012 Outubro Instituições de Santarém receberão Rede Metropolitana de Fibra Óptica

Instituições de Santarém receberão Rede Metropolitana de Fibra Óptica

Instituições de Santarém receberão Rede Metropolitana de Fibra Óptica

Instituições governamentais receberão rede metropolitana de fibra óptica

As instituições de ensino e pesquisa da cidade de Santarém, região Oeste do estado do Pará, em breve, receberão o projeto de implantação e construção de uma rede de fibra óptica para o acesso à Internet. A reunião kick-off, que marca um momento de início da formação da rede, ocorreu nesta terça-feira, dia 23, na Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA).

Com a parceria da Empresa de Processamento de Dados do Estado do Pará (PRODEPA), a rede de fibra óptica começará a ser implantada em Santarém a partir do mês de janeiro de 2013. A rede faz parte do projeto Redes Comunitárias de Educação e Pesquisa (Comep), iniciativa do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), coordenada pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). Inicialmente, instituições de ensino e pesquisa e ainda órgãos públicos estaduais e municipais serão beneficiados pela ação da RNP, cujo objetivo é de construir uma infraestrutura de rede de Internet nacional para a comunidade acadêmica.

Durante a reunião, detalhes desta fase do projeto foram apresentados por Cassius Abelém, consultor da RNP. Também participaram da reunião Ronaldo Pereira, da PRODEPA; Hélio Côrrea Filho, da UFOPA; Marcelo Spínola Salgado, da Prefeitura Municipal de Santarém; e Raniery Pontes, da RNP.

De acordo com Raniery Pontes, consultor de engenharia da RNP, a reunião do Comitê Gestor da Rede Metropolitana de Santarém marca o início do projeto executivo, no qual é apresentada a empresa responsável pela implantação da infraestrutura da rede. “A RNP montou um projeto técnico cujo objetivo é a criação de redes próprias de alta velocidade, fundamental para o dia a dia das instituições que produzem ciência. A partir de agora a empresa Ômega começará a visitar as instituições para a instalação da infraestrutura necessária para a rede”, destaca o consultor.

Além de Santarém, os municípios de Altamira, Marabá e Castanhal receberão, paralelamente, a Rede Metropolitana de Fibra Óptica. Para a implantação da rede em Santarém, foi criado um Comitê Gestor da Rede Metropolitana, coordenado por Hélio Côrrea Filho, professor da UFOPA e diretor do Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC). “A rede metropolitana, dentre outros benefícios, irá facilitar a interconexão entre as instituições de ensino e pesquisa do país e prover acesso à Internet de alta velocidade por meio de fibra óptica. Esta rede tem previsão de funcionamento a partir de meados de 2013”, avalia o diretor.

Talita Baena – Comunicação/UFOPA

24/10/2012