Você está aqui: Página Inicial Notícias 2014 Maio Projeto internacional Escola d'Água é lançado em Santarém

Projeto internacional Escola d'Água é lançado em Santarém

Ocorreu nesta terça-feira, 27 de maio de 2014, o lançamento do Projeto “Escola d'Água – Gotas de saberes, rios de mudanças”, em Santarém (PA). A cerimônia realizou-se na Escola Municipal de Ensino Fundamental Irmã Dorothy Mae Stang, localizada na comunidade de Caranazal. O projeto faz parte do programa Swarovski Waterschool, financiado pela empresa austríaca Swarovski e coordenado pela organização Earth Child Institute (ECI – EUA), atuando com práticas sustentáveis junto a escolas e comunidades próximas a grandes rios do mundo, como Danúbio, Nilo e Ganges. O principal objetivo do programa é promover o consumo e a gestão sustentável da água.

Em Santarém, o Escola d'Água atuará por dois anos em 34 escolas de várzea e de planalto, às margens dos rios Amazonas e Tapajós, e na Biblioteca Municipal Paulo Rodrigues dos Santos, com a parceria da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), da Prefeitura Municipal e da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater/PA). Localmente, o projeto tem a coordenação da Profa. Lucineide Pinheiro (ICED/UFOPA), e a equipe conta com o administrador Victor Oliveira, servidor da Pró-Reitoria da Comunidade, Cultura e Extensão (PROCCE/UFOPA), e da cientista social Eunice Sena.

“Temos a intenção de ajudar a formar uma nova geração de pessoas que possam tratar o meio ambiente com mais respeito. Fazer com que as crianças sejam protagonistas de sua história, empoderá-las e levá-las a uma reflexão crítica sobre seu papel em relação ao ambiente: tratar do seu corpo, da sua casa, da sua escola, da comunidade, do rio que está próximo à sua escola; entender que nós estamos no contexto amazônico e a importância de cuidar do que é nosso”, explica Lucineide Pinheiro.

O evento de lançamento teve a participação da diretora e fundadora do ECI, Donna Goodman, coordenadora geral do projeto; da coordenadora nacional, Rachel Trajber, do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (MCTI) e ex-coordenadora de educação ambiental do MEC; do professor da PUC/Rio Bruno Maia, integrante da coordenação nacional; do secretário Municipal de Cultura, Nato Aguiar, representando o prefeito Alexandre Von; da assessora da Secretaria Municipal de Educação, Marluce Pinho; diretores, professores e alunos de escolas participantes do projeto. A programação de abertura contou, ainda, com a palestra “As nossas águas”, proferida pela professora do Instituto Federal do Pará (IFPA) e engenheira sanitarista, Elen Andrade.

Rachel Trajber explica que esta é a primeira vez que o programa chega ao continente americano, tendo sido escolhido o município de Santarém, entre outras razões, pela confluência entre os rios Amazonas e Tapajós. Segundo ela, o objetivo maior é a construção de sociedades sustentáveis: “O projeto é de construção coletiva, e é por isso que estamos trabalhando com alunos. A melhor forma de transformar as crianças em agentes ativos de transformação social é empoderá-las, fazer com que elas saibam que têm o poder de transformar”.

Até 2015, serão realizados quatro seminários, diversas oficinas e o Festival das Águas. Ao longo do projeto, serão desenvolvidas Comissões de Meio Ambiente, Qualidade de Vida e Água – projetos participativos liderados por jovens que possibilitem intervenções transformadoras – e elaborados materiais didáticos coletivos.

Jussara Kishi – Comunicação/UFOPA

28/5/2014